Viradas do Largo (ex-associado)

Chefe não cadastrado

A gastronomia Internacional tem sua vertente bem representada no Brasil e revela inúmeros talentos consagrados que exercem sua arte em diversas metrópoles. Essa elite culinária incluiu Tiradentes na seleta lista das “slow cities” uma rede mundial que privilegia os lugares que mantêm a diversidade e a característica de uma cozinha “sem pressa”, em contraposição à globalizada tendência das redes de “fast food”.

Se é verdade que, por vocação “Tiradentes vive um tempo só seu” e se tornou um polo de culinária e turismo sofisticados, Beth Beltrão, proprietária do restaurante Viradas do Largo, tem também uma trajetória peculiar, exercitando, desde muito cedo um dom de família. Iniciou esse percurso em 1990, ao se estabelecer em Tiradentes definitivamente, e se tornou através de muito de trabalho e dedicação, uma das maiores referências gastronômicas do País.

As duas estrelas conquistadas em uma presença constante no Guia 4 Rodas, evidenciam aspectos fundamentais dos quais Beth nunca se desviou: Harmonizar a deliciosa e tradicional comida mineira com toques pessoais de originalidade. Atitude, profissionalismo, supervisão pessoal e critérios rígidos para elaboração dos pratos, redundam nesse sucesso.

Tudo isso amparado por uma horta exclusiva, bem cuidada e famosa o suficiente para Beth instalar o Empório Viradas, sempre muito freqüentadoabrangendo artesanatos, histórias e muitas novidades. Ter todo esse reconhecimento e se tornar um dos melhores restaurantes de comida regional do País, implica na quase inevitável necessidade de se fazer reservas para o fim de semana sob pena de conseguir comer somente às 5 da tarde e, literalmente todos comerão de joelhos, agradecendo não só pelo sabor mas também pela alma, ambas tão presentes.

Usuário
Senha